Pipoca Garrett em SP!




A Garret Popcorn é referência em pipoca artesanal há mais de 60 anos! Pra vocês terem uma ideia do nível de amor e carinho do petisco, os grãos de milho são cultivados na mesma fazenda desde 1949 e estourados apenas em tachos de cobre, numa receita supersecreta que faz com que a pipoca fique gigante e totalmente sem casquinhas.


As pipocas da Garret não tem conservantes ou ingredientes artificiais, mas mesmo assim elas conseguem ser maravilhosas! A primeira loja do Brasil fica no aeroporto de Guarulhos, bem pertinho do Red Lobster (final do terminal 2).

Descobri estas pipocas através de meu noivo, que comprou em um dia que ele ficou mofando no aeroporto esperando eu desembarcar! Desde então, virei fã e ainda fiz várias outras amigas e familiares ficarem viciados também. Toda viagem para SP rola uma lista de encomendas! 

A pipoca não é barata, porém é divina! Amo e super recomendo!




As encomendas das amigas hahahahha



Pipoca de caramelo!





Todas as fotos são de minha autoria.

Achado fast fashion - bata da C&A

Tem um tempinho que não posto por aqui né?  Confesso que as últimas semanas foram bem corridas no trabalho e nos finais de semana, eu queria apenas paz, sossego e distância de laptop! hahahah

Mas vamos lá ao que interessa! Sábado rolou uma ida ao cinema e como estava sozinha resolvi visitar algumas lojas em busca de boas peças. Achei esta batinha na C&A. A mesma custa R$89,90. Ok, não é das mais baratas, porém a qualidade era ótima! Por quanto você acharia uma peça desta na Zara, por exemplo? 

Para quem gosta deste estilo, acho que super vale a compra, ainda mais com o verão batendo a porta! A loja foi do shopping Bela Vista.









Coleção PATBO BARBIE para C&A


Uma nova parceria entre a C&A e Patricia Bonaldi tem tudo para deixar a mulherada enlouquecida mais uma vez. A partir de 23 de setembro, chega a rede de lojas da marca de fast fashion, a coleção PatBo Barbie para C&A, que conta com peças femininas para crianças e adultos inspiradas na boneca. Os preços variam de R$ 69,90 (top) a R$ 299,90 (vestido bordado).





A C&A está cadastrando suas clientes para compras antecipadas da coleção. Veja mais emÇ http://www.cea.com.br/ 

O vestido da Angelina!


Mês passado, o casal de estrelas Angelina e Brad subiram ao altar para oficializar a sua união depois de vários anos juntos. O mais curioso foi quando foram divulgadas as fotos do vestido da noiva. O mesmo foi assinado por Luigi Massi, da grife Atelier Versace e era todo feito de cetim de seda branco com um drapeado no busto e uma longa cauda enfeitada. 

O bafafá em torno do vestido foi por que ele tinha vários desenhos feitos peos 7 filhos do casal na parte de trás e no véu. Algumas pessoas até criticaram esta escolha da noiva, mas sinceramente eu adorei, pois tem um valor sentimental muito grande, e o casamento nada mais é do que um dia para celebrar o amor!

E você, gostou?


O que andei lendo: A casa do céu



Sinopse - A Casa do Céu - Amanda Lindhout, Sara Corbett

O relato dramático e libertador de uma mulher cuja curiosidade a levou até os lugares mais bonitos e remotos do mundo, seus países mais instáveis e perigosos, e também a passar quinze meses em um angustiante cativeiro — uma história de coragem, resiliência e beleza. “Este é um dos livros mais marcantes que eu já li. Angustiante, esperançoso, belo, libertador e verdadeiro, ele fala sobre desumanidade e humanidade, algo que, de algum modo, parece ser profundamente antigo e completamente moderno. É bonito, devastador e heroico — um grito de rebeldia, ao mesmo tempo em que é um humilde chamado à oração.” Elizabeth Gilbert, autora de Comer, Rezar e Amar e The Signature of All Things “A Casa do Céu é a história dramática, contada de maneira magistral, sobre a busca incessante de uma jovem para criar uma vida grandiosa, contra todas as expectativas. A jornada de Amanda Lindhout é única, uma aventura épica que vai do pitoresco ao contundente, onde o que está em jogo é absolutamente tudo. Com uma clareza e uma honestidade incríveis, Lindhout e Corbett confirmam duas coisas: ninguém será capaz de esquecer este livro — ou de fechá-lo antes de chegar ao fim.” Susan Casey, autora de A Onda “Um livro maravilhoso e marcante, que mostra o terrorismo internacional num nível extremamente pessoal. A perseverança de Lindhout se faz brilhar em cada página.” Jane Mayer, autora de The Dark Side “Neste livro lírico e inspirador, Amanda Lindhout descreve a capacidade do ser humano para cometer crueldades. Mesmo assim, ela também traz à vida a compaixão profunda e a coragem que residem em todos nós. Uma história de beleza, inteligência e tenacidade, A Casa do Céu nos mostra o poder e a importância da perseverança, esperança e perdão.” David Rhode, colunista da Reuters e vencedor do prêmio Pulitzer, autor de A Rope and a Prayer e Beyond War “Um relato vívido e emocionante sobre como Amanda manteve viva a luz interior e o espírito do perdão, mesmo quando se encontrava no coração das trevas.” Eckhart Tolle, autor de O Poder do Agora e Um Novo Mundo: o despertar de uma nova consciência “A Casa do Céu é uma história impressionante de força e sobrevivência. Às vezes é brutal, mas é sempre bela, conforme Amanda Lindhout descobre que, na luta pela própria vida, suas armas mais poderosas são a esperança e a compaixão.” Jeannette Walls, autora de O Castelo de Vidro e The Silver Star.


Amanda e Nigel depois que foram libertados

O livro, conta a história da canadense Amanda, que era mais uma apaixonada por viajar e conhecer o mundo. Ela não conseguia se fixar em um único local, estando sempre ávida por conhecer todos os lugares possíveis do mundo. 

Com o passar do tempo e suas viagens, Amanda se interessou por jornalismo e começou a trabalhar como freelancer neste segmento em países que estavam passando por guerras civis. Durante sua viagem pela Somália, considerado o país mais perigoso e violento do mundo, ela e seu amigo e companheiro atual de viagem, Nigel, foram sequestrados e levados para cativeiro, reféns de somalianos que exigiam dinheiro em troca de sua liberdade.

A leitura desse livro me provocou uma tensão constante, primeiro por saber que estava lendo uma história que de fato ocorreu e, segundo, pela narrativa em primeira pessoa que fez com que eu me envolvesse imediatamente com a história da canadense Amanda Lindhout e quisesse saber o rumo que sua vida iria tomar a partir das diversas decisões que ela corajosamente foi adotando ao longo do tempo. Este não é um livro fácil, porém super recomendo a leitura!

Uma graça de filme: Magia ao luar


No domingo fui assistir ao novo filme do Woody Allen, Magia ao Luar (Magic in the Moonlight), que foi lançado no último dia 05. Wei Ling Soo é o pseudônimo usado pelo famoso ilusionista Stanley em suas apresentações. Conhecido por seu ceticismo, Stanley acredita que tudo no mundo tenha uma explicação racional, e que não existe nada além daquilo que é físico e visível.

O ceticismo de Stanley, contudo, pode ir por água abaixo quando ele vai para o sul da França, a pedido de um amigo, para tentar desmascarar Sophie, uma jovem que afirma ter poderes mediúnicos. De início, Stanley não parece acreditar que a garota seja mais do que uma impostora com trejeitos exagerados e suposições bobas, mas quanto mais o ilusionista passa seu tempo com ela, mais difícil se torna achar uma explicação plausível para os acontecimentos envolvendo Sophie.

Com as tentativas de descobrir a farsa por trás da garota, Stanley começa, não apenas questionar sua própria descrença, como também a se aproximar inusitadamente da médium.

A história se passa nos anos 20, na Riviera francesa, o que nos proporciona cenários e figurinos incríveis! Woody Allen nos apresenta um filme de belíssima fotografia que narra o amor que nasce entre Stanley e Sophie. 

O filme é especialmente romântico, com cenas e diálogos bem criados. Sai da sessão maravilhada, feliz e suspirando! Excelente opção para ver na telona!

Segunda com música!


Passion Pit é uma banda americana de indie pop formada em Cambridge, Massachusetts em 2007. A banda consiste em Michael Angelakos, Ian Hultquist, Xander Singh, Jeff Apruzzese, e Nate Donmoyer. 

Manners, o primeiro álbum completo do grupo, chegou às lojas em maio de 2009. O disco confirmou as expectativas de diversos críticos: a banda trazia algo novo com relação ao que era feito no indie pop com seu som divertido e dançante. Os meninos disponibilizam suas músicas na internet gratuitamente.